26.11.06

Galeria


Nunca teremos a certeza absoluta se esta fotografia do Doisneau foi forjada ou não, desde a sua publicação em 1950 na Life Magazine que a pergunta quanto à veracidade da foto se sobrepõe à própria fotografia, não que eu defenda a falsidade, bem longe disso, mas na dúvida o melhor que temos a fazer é deixarmos-nos encantar por esta maravilhosa imagem que nos mostra Paris como a verdadeira cidade do amor.
Foto Doisneau

5 comentários:

paulo fogg disse...

Por ser uma das minhas fotografias favoritas desde sempre, aproveito para colocar uma dúvida: forjada ou encenada? Se foi forjada, fico triste, já que sou obrigado a pensar que a fotografia é "mentirosa", soa-me a roubada, a aproveitamento. Se foi emcenada, porque não? Aí, Doisneau só nos apresenta um trabalho final daquilo que ele, à priori, conseguiu imaginar. Isso será, até, uma virtude.

paulo fogg disse...

encenada

João Carlos Santos disse...

A fotografia é quase de certeza encenada mas a partir do momento em que esse facto não é referido e a foto é apresentada como sendo um instanTâneo passa a ser uma mentira, mas de facto o Sr, merece nota 10 para a direcção de actores.

Luiz Carvalho disse...

A fotografia foi encenada e isso já o tinha admitido Doisneau. O que ficou na dúvida eram os verdadeiros protagonistas. O Robert contratou dois modelos ou pediu a quem passava para posar ?
o que interessa ( acho) é que a foto tornou-se num icone de uma época.
Já estive naquela esplanada a tentar fotografar algo semelhante. O enquadramento é acanhado e a luz está sempre contra...

SkinStorm disse...

Doisneau deixou escrito em testamento que foi encenada e os modelos foram pagos para a fazerem. Deixou isto escrito para que os seus descendentes não passassem pelo que ele passou: muitos casais afirmaram ao longo do tempo serem eles os fotografados sem autorização em busca dos seus 15 minutos de fama.

Seja como fôr a foto é brutal! E eu gosto muito dela na mesma, porque o que conta é o resultado final.